Ter uma posição de destaque nos sites de busca, conquistar likes e ampliar o número de seguidores nas redes sociais – Este é o mantra repetido por dez entre dez empresas, seja qual for o seu segmento de atuação. E como o mundo digital é amplamente democrático em termos de acesso, este roteiro tem atraído tanto grandes como médias e pequenas empresas.

Atingir os objetivos nestes três aspectos, não é, de fato, tarefa tão ingrata. Basta direcionar uma verba para anúncios nos sites de busca ou nas redes sociais e voilà! Há também a possibilidade de se conseguir um lugar ao sol cibernético a partir da produção de conteúdo direcionado, que atenda às demandas de busca — utilizando as tais palavras-chave, já ouviu falar???

Enfim, sob o ponto de vista técnico, ser destaque na Internet não chega a ser um bicho de sete cabeças. O problema começa mesmo quando o público que é atraído para a página da empresa – e aqui refiro-me a site, blog, portal, facebook, twitter, linkedin e por aí vai –, fica totalmente decepcionado com a fragilidade das informações divulgadas.

Infelizmente, é muito comum encontrarmos no meio digital, textos mal escritos, informações contraditórias, erros crassos de português, plágios, tom da comunicação equivocado em relação ao público-alvo e materiais de comunicação totalmente inadequados para os canais escolhidos. Enfim, a informação está lá na grande vitrine, mas assim que o usuário resolve utilizá-la, percebe um conteúdo de péssima qualidade e, obviamente, fica decepcionado com a marca responsável por aquela comunicação. Trata-se, portanto, de um tradicionalíssimo “tiro no pé”.

O fato é que, mesmo no mundo digital, onde a velocidade de comunicação ganha ritmo alucinante, a velha máxima de suplantar a qualidade pela quantidade, não é garantia de mais vendas ou aumento da carteira de clientes.

E já que é evidente a importância extrema da produção de um conteúdo de qualidade na comunicação da sua empresa , aqui vão cinco dicas básicas para ajudá-lo nesta tarefa.

1. Conheça o seu público e fale a sua língua

Esta dica pode até parecer óbvia, mas muitos planos de comunicação se esquecem deste aspecto fundamental, seja no âmbito do marketing digital, do inbound marketing ou mesmo das mídias sociais. Por isso, a definição de personas, aqueles perfis simplificados dos clientes ideais de sua empresa, e o entendimento de como este público se comunica, é essencial para garantir que os conteúdos produzidos por você tenham linguagem e modelo de abordagem integrado ao seu perfil.

2. Já conhece o seu público? Então faça a curadoria do seu conteúdo

O termo curadoria pode parecer um pouco empolado, mas consiste em um processo muito fácil. Basta que na hora de produzir o conteúdo, você se coloque no lugar do seu cliente e responda algumas perguntinhas básicas:

• O que eu ganho ao investir meu tempo lendo este conteúdo? (lembre que o tempo é um artigo de luxo nos dias atuais)
• Qual a utilidade deste conteúdo na minha vida? (Ele me ajuda a solucionar algum problema? Soma algum conhecimento ao meu repertório? Desperta minha curiosidade? Faz com que eu me sinta melhor?)

3. Cheque e recheque as informações e cite a fonte

Na Internet se encontra de tudo e mais um pouco. Se o conteúdo produzido não for embasado exclusivamente nos seus conhecimentos do negócio (como é o caso desta que vos escreve), o ideal sempre é ouvir uma fonte fidedigna para produzir o material. Sim, estou falando da velha, boa e insubstituível entrevista. Caso isso não seja possível e você for utilizar informações da Internet, certifique-se que os sites de consulta utilizados são confiáveis. Se for usar a informação na íntegra, confira se há permissão do autor, use aspas e cite a fonte, especialmente quando for usar dados de pesquisas e números setoriais. Desta forma o seu conteúdo terá credibilidade.

4. Produza conteúdo sob medida para cada plataforma

Resista!!! Produzir um conteúdo único e simplesmente colá-lo em diferentes plataformas não é uma boa ideia! Linkedin, facebook, twitter, instagram, whatsapp e mesmo o blog do seu site são plataformas com especificidades únicas e cada uma delas necessita de um formato de conteúdo exclusivo para que a mensagem seja realmente eficaz e garanta o engajamento esperado. O fundamental é você se informar sobre o perfil de cada plataforma e avaliar, inclusive, se a sua marca realmente precisa estar presente em todas elas.
.

5. Formatos diferenciados são bem-vindos

Incluir fotos, ilustrações, produções animadas e vídeos na sua comunicação é sempre uma ótima alternativa. O fato é que quanto mais você variar o formato e diversificar o seu conteúdo, maior o interesse das pessoas pelas suas mensagens e maior a relevância da sua marca em um ambiente digital onde o acesso de todos é ilimitado e que, por isso mesmo, beira a estratégia de guerrilha por um lugar de destaque.

Bom conteúdo e ótimos negócios!

Cristiane Ferrari